quinta-feira, 5 de agosto de 2010

SITE DO SERRA COLOCA NO AR AS FALÁCIAS DAS VIÚVAS DA DITADURA. DE NOVO!!!

Um ridículo vídeo promovendo o presidenciável tucano pode ser encontrado no Youtube: José Serra – O Patriota.

Duas das postagens foram efetuadas pela RedePSDB (http://kkkwww.youtube.com/watch?v=XEORM3qcZyo&) e por Mobiliza-PSDB (http://kkkwww.youtube.com/watch?v=jSi2vYcnWq4). [Para acessar, delete o kkk.]

Apresenta um apanhado louvaminhas da trajetória de Serra, do qual eu nem me ocuparia se não fossem dois elogios feitos exatamente para contrastar sua biografia com a da adversária Dilma Rousseff:
“Esse homem lutou mas não foi para a luta armada”.

“Hoje alguns políticos se gabam de terem lutado contra a ditadura, mas pedem dinheiro, contraprestação por suas lutas (...) que vem do dinheiro público do povo. Serra, Serra não. Nunca pediu dinheiro algum. Lutou pelo amor que sempre teve pelo nosso país (...) Esse homem abriu mão de tudo isso, para que o dinheiro seja voltado para nossa educação, para nossa saúde, para nossa segurança, para nosso desenvolvimento e não para políticos que se gabam de heróis da Pátria”.
Ou seja, repisa duas falácias comumente encontradas nos sites das viúvas da ditadura e/ou ultradireitistas e/ou dos militares reacionários:
  • a de que seria incorreto resistir pela força à tirania, devendo os cidadãos idealistas deixarem-se massacrar sem reação ou desistirem de lutar contra o arbítrio quando o terrorismo de estado atingiu o ápice sob o ditador Médici; e
  • a de que não cabe aos heróis brasileiros e às famílias dos mártires aceitarem, por vidas parcial ou totalmente destruídas, reparações como as que as nações civilizadas, seguindo orientação da ONU, outorgaram às vítimas congêneres de nações do 1º Mundo (caso, p. ex., de quem resistiu ao nazi-fascismo na Europa).
O vídeo abjeto estava publicado e destacado no site oficial da campanha de Serra na internet até que a Folha de S. Paulo indagasse a seu respeito, nesta 4ª feira (4).

A assessoria do candidato tucano eximiu-se de responsabilidades, atribuindo a postagem a um "simpatizante". E correu a substitui-lo por outra peça promocional.

Diz a sabedoria popular que "quem cala, consente".

Há também os que calam, consentem, depois tentam salvar as aparências. Estes são os piores.


Nenhum comentário: