domingo, 6 de dezembro de 2009

É HORA DE DENUNCIARMOS TODOS QUE ESTUPRAM O JORNALISMO

Companheiros e amigos,

agiu muito bem o Eduardo Guimarães ao convocar uma manifestação do seu Movimento dos Sem-Mídia para protestar neste sábado (5) contra o novo estupro cometido pela Folha de S. Paulo contra o jornalismo.

Estive lá e lembrei que a sucessão de descalabros atingiu intensidade máxima em 2009, com as malogradas tentativas de minimizar as atrocidades da ditadura militar qualificando-a como uma mera ditabranda, de envolver Dilma Rousseff com um obscuro plano de sequestro no tempo da luta armada (de quebra ilustrando a reportagem com uma ficha policial falsa, para denegrir a ministra), de forçar a condenação de Cesare Battisti no STF (publicando um repulsivo editorial lobbista no dia do julgamento) e de colocar no presidente Lula a pecha de estuprador.

Mas, não é só a Folha que vem estuprando o jornalismo nos últimos anos. E eu apelo a todos, no sentido de que destaquem também a inacreditável campanha movida pela CartaCapital contra o escritor Cesare Battisti, uma das mais encarniçadas perseguições que qualquer indivíduo sofreu por parte de um veículo da mídia brasileira em todos os tempos.

Nunca se viu um semanário destacar o mesmo assunto em tantas edições consecutivas como fez a CartaCapital no início de 2009, por meio ora de textos de Mino Carta, ora de Walter Maierovitch, ora de ambos. Sempre com o mesmo viés tendencioso/linchador e sempre recusando os pedidos de resposta e de espaço para apresentar o outro lado, que o bravo jornalista Rui Martins e eu cansamos de apresentar.

Agora que Mino Carta desceu ao ponto mais baixo de sua longa trajetória, tecendo os mais rasgados elogios a Gilmar Mendes apenas porque se trata de sua última esperança de ver extraditado Battisti, essa guinada oportunística deve e precisa ser conhecida pelo máximo de leitores e de internautas.

Chega de veículos que querem fabricar acontecimentos ao invés de os noticiar! Chega de senhores da mídia personalistas e atrabiliários como Otavinho Frias e Mino Carta! É hora de arrancarmos as mascaras de todos eles!

Conto com vocês.

CELSO LUNGARETTI

Nenhum comentário: